Depois dos óculos e anéis, a Alexa também vai invadir equipamentos “mais burros”

Até agora os equipamentos teriam de ter 100MB de RAM e um processador ARM Cortex classe A para comunicar com a Alexa, mas uma atualização vai permitir “falar” com dispositivos com menos memória, como os interruptores de luz ou termóstatos
Source: Sapo TeK