Governo aprova proposta que descriminaliza exibição pública de música e vídeo

A “execução pública não autorizada de fonogramas e videogramas editados comercialmente” vai deixar de ser considerada crime de usurpação, ou seja, punido com pena de prisão, passando a constituir uma contraordenação.
Source: Sapo TeK