IBM Research anuncia a descoberta de novo processo de reciclagem de plásticos

O método permite converter plásticos com características potencialmente tóxicas em materiais mais resistentes e seguros, destinados às mais variadas utilizações.

Um grupo de cientistas da IBM Research descobriu um novo processo de reciclagem de plásticos capaz de converter policarbonatos em material não-tóxico. O processo possibilita a reutilização destes materiais no fabrico de novos equipamentos médicos, fibra ótica ou utensílios de purificação de água.

A empresa sublinha a importância desta descoberta com o número surpreendente de plásticos (policarbonatos) gerados anualmente devido à produção de objetos tão comuns como CD’s e smartphones – todos os anos são totalizadas quantidades de 2,7 milhões de toneladas.

Em comunicado, a empresa explica que estes materiais contêm, na sua composição, substâncias com potenciais nefastos para o cérebro humano. Em 2008, por exemplo, várias empresas retalhistas optaram por retirar do mercado vários produtos fabricados com este material.

O processo, que passa pela aplicação de calor, um reagente de fluoreto e uma base a este material, permite converter o policarboneto num plástico com resistência térmica e química superior, cujas formas impedem a libertação dos químicos perigosos presentes no policarboneto.

Para Gavin O. Jones, cientista dos laboratórios de Almaden, da IBM Research, esta é uma forma de “minimizar o impacto que esta substância tem no ambiente e na nossa saúde”. O investigador considera ainda que, além dos benefícios humanos, esta descoberta é também “uma vitória ambiental em muitas frentes”, dada a potencial utilização do material nos processos de purificação de águas e produção de equipamentos médicos que, na sua maioria, são utensílios descartáveis.

O trabalho de investigação completo pode ser consultado neste link.

Source: Sapo TeK