O que é hoje o jantar? O Cook Wizard responde… e até ajuda a cozinhar

A ideia é simples, mas bastante útil. Pelo menos para quem tem a (nada fácil) tarefa de cozinhar refeições todos os dias.

Com certeza já fez e/ou já lhe fizeram a pergunta que dá titulo a este artigo. Afinal saber o que fazer para o almoço ou para o jantar é um “drama” quotidiano que assiste a muita gente. Foi a pensar nestas muitas pessoas que um grupo de alunos do Agrupamento de Escolas de Nelas criou a Cook Wizard.

“’Não sei o que vou fazer para o jantar’ é uma expressão que já ouvimos dos nossos pais, que chegam a casa estafados do trabalho e que ainda têm que pensar no que cozinhar. A nossa ideia partiu daí”, explicou ao TeK Manuel Silva, que criou o conceito por detrás da Cook Wizard com mais quatro amigos: Dinis Dias, Pedro Alves, Tiago Bernardino e Rui Matias, também eles alunos da escola de Nelas.

Esta aplicação (que ainda não é, mas quer ser) esteve a concurso no mais recente Apps for Good e saiu vencedora do galardão “Escolha do Público”. “O objetivo é facilitar a vida a mães, pais ou estudantes que têm de cozinhar todos os dias e não sabem o que fazer”.

A Cook Wizard funciona por isso como um assistente mobile que faz sugestões de receitas, tendo por base os ingredientes que existem guardados na despensa e/ou frigorífico. Além disso, permite “balizar” as receitas por nível de dificuldade, tempo de execução, etc.

Na sua génese, a app relaciona com a sua funcionalidade principal uma lista de compras, permitindo que o utilizador possa atualizar a despensa de casa – e logo a virtual – à medida que vai usando os ingredientes nas receitas.

Os seus jovens criadores garantem que, além de ajudar na escolha das receitas de todos os dias, evitando a sua repetição, este “mágico da cozinha” para smartphone vai contribuir para tornar mais saudável e variada a alimentação dos seus utilizadores e famílias.

A intenção é ter, associada à aplicação, uma base de dados de receitas variadas e saudáveis, com diversos níveis de dificuldade, que será atualizada regularmente. A Cook Wizard também pode vir a ter um leitor de código de barras, para facilitar a adição de produtos à despensa virtual, quando se vai às compras.

Sistema de avaliação de refeições, anotações de receitas e integração com robots de cozinha são algumas das funcionalidades igualmente pensadas para serem incluídas.

Neste momento, a jovem equipa por detrás da Cook Wizard vai dando a conhecer o conceito, à medida que procura quem a ajude a pôr a ideia em prática. Foi isso que esteve a fazer recentemente no 26ª Congresso da APDC, por convite, taco a taco com as 12 jovens empresas que marcavam presença no espaço reservado naquele evento às startups. E com sucesso, segundo Manuel Silva. “Já tivemos uma série de contactos, desde pessoas que nos deram conselhos e indicaram nomes, a incubadoras e investidores”, referiu mostrando uma página de anotações.

 

Patrícia Calé

Source: Sapo TeK