“Prever” quais os embriões com menor risco de virem a contrair doenças no futuro? Uma startup diz ser possível

Nos Estados Unidos os testes já começaram e a “culpa” é da Genomic Prediction, que vai apresentar nas próximas semanas resultados de casos clínicos com os primeiros clientes que realizaram fertilização in vitro.
Source: Sapo TeK