Primeira casa impressa em 3D ficou pronta em 45 dias

“Nasceu” na China, tem 400 metros quadrados e é tida como uma revolução no ramo da construção e arquitetura. E nem um sismo de 8.0 pontos na escala de Richter a consegue derrubar, dizem os responsáveis pela obra.

A primeira casa inteiramente constituída por materiais criados com recurso a impressoras 3D já é realidade e demorou 45 dias “non-stop” a ser terminada. A construção está localizada no distrito chinês de Tongzhou, nos arredores de Pequim.

Noticia o site do jornal inglês The Mirror que esta construção apresenta dois andares, 400 metros quadrados de área total e paredes que podem chegar a uma espessura de mais de dois metros.

Com pouca intervenção por parte de trabalhadores do setor (e com apoio constante de especialistas em impressão 3D), a casa é constituída por várias partes em separado e impressas por via desta tecnologia, que foram depois montadas “por layers” e num todo antes das fases de pintura e decoração.

Diz a mesma fonte que as “enormes” impressoras 3D sobrepuseram várias camadas de filamentos derretidos, dando origem a uma matéria que se assemelha a cimento em termos de robustez e parâmetros de engenharia.

É a empresa responsável pela obra, a Huashang Tengda, que indica ser esta a primeira casa impressa em 3D, anunciando uma verdadeira revolução na área da construção e arquitetura a Oriente. Mas relembramos que já em 2015 a empresa WinSun havia anunciado e mostrado casas criadas com recurso a este tipo de tecnologias (um prédio de seis andares e uma mansão). Pode espreitar o resultado neste vídeo da agência Associated Press.  

Contudo, e de acordo com o site 3Dprint.com, a HuaShang Tengda alega que as construções da WinSun não eram totalmente baseadas em materiais impressos em 3D – estes constituíam apenas algumas partes das ditas casas, que eram depois “complementadas” com materiais de construção convencionais. 

Source: Sapo TeK