Realidade Aumentada ou o futuro do mundo que nos rodeia

Realidade Aumentada ou o futuro do mundo que nos rodeia

A Realidade Aumentada, tecnologia que pode ser facilmente identifcada com a referência ao jogo Pókemon, está a crescer e as empresas começam a apostar nesta tecnologia como forma de interagir com os seus clientes. Com o mundo a ser cada vez mais mobile, as pessoas têm na palma da mão aparelhos com uma capacidade de processamento muitas vezes superiores aos computadores e com funcionalidades que permitem, por exemplo, apontar o smartphone com a câmara ligada e identificar locais ou obter informação.

 

A par disto, há ainda toda a componente lúdica associada. As empresas, mas também as próprias cidades que já apostam no caminho de cidades inteligentes, oferecem funcionalidades de Realidade Aumentada como forma de premiar os visitantes e cidadãos através da gamificação.

 

Recolher troféus, tal como a caça ao Pókemon, pode ser um grande incentivo para as pessoas estarem ligadas à tecnologia mas andarem na rua, ao ar livre, e até realizar atividades em família. Há todo um mundo para explorar.

 

Este ano, pela primeira vez, está a ser usada esta tecnologia num festival de música em Portugal. O MEO Sudoeste, em parceria com a tagSpace, inclui na sua aplicação esta funcionalidade de Realidade Aumentada que permite tagar espaços (como o local da tenda) ou visualizar tags pré-definidas como os palcos, bares ou WC. Nestas tags, além do local, é ainda mostrada a informação relativa à distância.

 

E, como se trata de um festival de música, foram ainda incluídos elementos em 3D que permitem aos festivaleiros “interagir” com as figuras captando fotografias que podem partilhar nas redes sociais.

 

Em destaque na aplicação do MEO Sudoeste, a coruja em 3D que este ano se tornou na imagem do festival em homenagem à família de corujas que instalou o ninho no pórtico da Herdade da Casa Branca. Os festivaleiros poderão, desta forma, interagir virtualmente com a Elsa (assim foi batizada a coruja, após uma votação do público nas redes sociais).

coruja_RA.jpg

Para Paul Martin, CEO e fundador da tagSpace, o principal desafio na aplicação da Realidade Aumentada ao MEO Sudoeste está na quantidade de conteúdo. “Com ver uma grande quantidade de conteúdo sem parece ‘ruído” ou ‘confuso’ uma vez que pode haver muitas Tags ou objetos 3D no ecran no MEO Sudoeste”, refere. Para solucionar esta questão, Paul Martin explica que a tagSpace “trata este assunto ao permitir ligar e desligar diferentes categorias de Tags, tal como Palcos, Bares, merchandise e WC, mas tivemos de adicionar mais algumas. Agora temos categorias para alternar Tags para entretenimento (como a famosa roda gigante) e para os modelos 3D”.

 

A realidade, da RA

A Realidade Aumentada é uma tecnologia com um forte potencial de negócio mas também útil para diversas áreas como a saúde. Paul Martin afirma que é uma tecnologia que “já está a ser usada para treino e segurança na indústria bem como nos setores médico e trasnportes”. À medida que vamos progredindo, acrescenta, “a AR vai ser usada em todos os mercados. Irá transformar-se na nova forma de consumir conteúdos na Internet. Chamamos-lhe “The Visual Web” (a Internet visual).

 

Mas, como ganhar dinheiro com a RA? Uma pergunta que está a ser feita principalmente pelas empresas mas que tem impacto nos utilizadores já que, como refere o CEO da tagSpace, “os nossos clientes já utilizam a plataforma para monetizar através de product placement virtual em espaços de eventos” onde podem chegar diretamente ao público alvo.

 

No que respeita ao verdadeiro poder da Realidade Aumentada, Paul Martin afirma que há muito para explorar como, “por exemplo, experiências sociais de grupo (através da partilha de realidades alternativas) e visualização de informação em tempo real à nossa volta, em locais do mundo real”. 

 

Aquilo que há muitos anos se pode ver em filmes de ficção científica é uma realidade nos dias de hoje e, apesar de ainda haver muito para descobrir, existem já muitas áreas onde esta tecnologia pode ser aplicada.

Artigos Relacionados

  • Bem-vindos à casa da Coruja

    Os membros da tribo do MEO Sudoeste vão ter este ano mais um motivo para se preocuparem com o ambiente e limpeza do espaço.Saiba mais

  • Vale uma aposta, tem tecnologia em casa que desconhece

    O mercado dos smartphones é dominado por três marcas: Samsung, Apple e Huawei. Mas quais os critérios da escolha?Saiba mais

  • Chegou a hora de trocar de smartphone?

    Escolher um telemóvel é como escolher um par de calças. O mesmo modelo pode servir a uns mas ficar curto a outros.Saiba mais

Soluções Recomendadas

  • Cobertura 4G+

    Cobertura 4G+

    Navegue na internet móvel com velocidades de download até 400MbpsSaiba mais

  • Instalar Apps E Serviços

    Instalar Apps e serviços

    Aplicações iOS, Android ou Windows PhoneSaiba mais

  • Telemóveis

    Telemóveis

    Até 15GB de Internet GRÁTIS na compra de um smartphone.Saiba mais

 

Source: Blog Meo