Sugestão TeK: Data, especificações, aplicações e jogos para os Microsoft HoloLens

E sem que nada o fizesse prever a Microsoft decidiu partilhar várias novidades sobre os seus óculos de realidade aumentada. A pré-venda arranca hoje para a América do Norte. Os programadores terão de investir três mil dólares no equipamento.

A pré-venda dos Microsoft Hololens arranca hoje para programadores norte-americanos e canadianos. As primeiras unidades dos óculos começam a ser entregues no dia 30 de março, cumprindo as previsões da tecnológica nas quais o gadget ficaria disponível ainda no primeiro trimestre.

Mas não serão todos os interessados os que podem comprar os óculos de realidade aumentada (AR), mediante um investimento de três mil dólares. Numa primeira fase a Microsoft recebeu candidaturas e agora está a convidar os projetos e programadores selecionados.


A chegada dos HoloLens às mãos dos developers no dia 30 de março vai coincidir com o arranque da conferência mundial de programadores da Microsoft, evento onde deverão ser apresentadas muitas mais novidades e projetos que estão em desenvolvimento.

Por agora sabe-se…

Especificações
Do que são feitos afinal os HoloLens? A Microsoft revelou a lista de especificações da primeira versão pública para programadores e é com estes componentes que podem contar:

– Unidade de processamento holográfica (HPU na sigla em inglês)
– processador Intel de 32-bits
– 2GB de RAM
– 64GB de armazenamento
– Unidade de medição de inércia (para um melhor reconhecimento do movimento dos utilizadores)
– sensor de luminosidade
– quatro câmaras de reconhecimento posicional
– uma outra câmara para reconhecimento de profundidade
– uma sexta câmara de dois megapíxeis para vídeos e fotografias
– quatro microfones integrados
– conectividade Bluetooth
– conectividade Wi-Fi
– porta microUSB
– peso de 579 gramas

A Microsoft já revelou também o que virá na caixa: os óculos HoloLens, uma caixa de transporte e de segurança, o carregador do equipamento e ainda um acessório chamado Clicker – na prática é uma patilha que segura-se na mão para validar ações através de cliques como num rato e através de sensibilidade ao toque para navegação.

Aplicações e jogos

De origem a Microsoft vai incluir seis aplicações e jogos para que os programadores possam explorar as potencialidades da realidade aumentada, mas também para que sirvam de inspiração aos trabalhos dos programadores. No verão chegará uma sétima. A saber:

HoloStudio – Uma aplicação para construir objetos em 3D


Skype
– A Microsoft vai incluir a sua popular aplicação de comunicação, mas adaptada a ambientes de realidade aumentada; um dos destaques é a possibilidade de partilha de criações em AR durante as conversações.

HoloTour – que tal uma visita até Roma ou Machu Picchu? Na prática a aplicação transporta os utilizadores para cenários conhecidos e nos quais é possível ter uma experiência imersiva.

Actiongram – Uma aplicação que permite acrescentar efeitos visuais aos vídeos e que apenas podem ser vistos em equipamentos de realidade aumentada. Esta aplicação só vai ficar disponível durante o verão.

Fragments – Um dos três jogos que a Microsoft vai incluir nos HoloLens; nesta aventura o jogador vai ser convidado a ajudar personagens digitais na resolução de mistérios.

Young Conker – transforme a sua casa num jogo de plataformas e veja uma personagem digital a saltar em cima do seu sofá


RoboRaid – Este jogo já tinha sido apresentado publicamente, na altura conhecido como Project X-Ray. O utilizador terá de eliminar as naves inimigas que são enviadas para o matar, recorrendo a armas de realidade aumentada que estarão nos braços.

A Microsoft já tinha mostrado noutra ocasião como funcionarão aplicações não proprietárias como o Netflix. Na altura a gigante de Redmond também revelou pela primeira vez como funcionará a interação entre os óculos de realidade aumentada e a consola de videojogos Xbox One.

Source: Sapo TeK