Swagway quer fintar problemas de segurança e voltar a conquistar o mercado com novo modelo

Chama-se Swagtron e deverá chegar às lojas ainda este ano, mas os problemas de segurança com as baterias dos modelos anteriores podem dificultar a tarefa.

A Swagway foi uma das maiores modas tecnológicas do ano de 2015. Embora não tenha conseguido grande popularidade em Portugal, a hooverboard, que foi apresentada na CES daquele ano, passou a ser um símbolo da cultura pop e foi ganhando fama com a ajuda das celebridades mais badaladas da internet.

No entanto, o sucesso desta hooverboard foi de curta duração. Os sucessivos problemas registados com as baterias destes aparelhos, que deram origem a várias explosões, levaram a autoridade norte-americana para a segurança dos produtos (CPSC) a rotular as Swagways, no último mês de fevereiro, enquanto produtos perigosos e, com isto, o gadget teve de ser retirado das prateleiras.

Mas a nova Swagtron já deverá corresponder aos requisitos de segurança. Ao Mashable, o CEO da Swagway, Johnny Zhu, confirmou que o novo design do aparelho foi pensado para privilegiar a segurança e corresponder aos critérios da Underwriter Laboratories (entidade responsável pela certificação de segurança de produtos).

De acordo com a empresa, os dois novos modelos da hooverboard, o T1 e o T3 já foram certificados, mas, caso haja dúvidas, poderá sempre procurar pelo autocolante da UL.

<!– Conditionally wrap elements in

Este novo modelo deverá chegar com um novo motor e um novo sistema de estabilização que, de acordo com a Swagway, vai conferir mais tração ao aparelho.

Para prevenir males maiores com a bateria, a empresa desenvolveu uma proteção de alumínio que deverá conter qualquer combustão. O software de gestão de bateria também foi concebido para evitar que carregamentos mais prolongados sobreaqueçam a bateria ou provoquem curto-circuitos.

A Swagtron T1 e T3 deverão custar cerca de 399 e 499 dólares, respetivamente.

Os planos para a venda da hooverboard passam, numa primeira fase, pelo site da marca, onde o novo modelo já estará disponível. A venda em superfícies comerciais vai depender das certificações que conseguir obter para o efeito.  

Source: Sapo TeK