Também há um lado negro do Web Summit e afeta a forma como vemos o evento

“Oceanos” de pessoas, mudanças de horários não assinalados e (des)organização geral ainda afrontam a cimeira tecnológica no seu quarto ano em Portugal. Este ano mais “cheia” do que nunca.
Source: Sapo TeK